O Que Dá Sentido À Vida?

        Temos visto e ouvido muitas notícias trágicas. A humanidade parece estar tomada por uma ira sem sentido. Qualquer coisa hoje em dia é motivo para brigar, bater, matar alguém. São casos tão simplórios e bizarros que ficamos literalmente chocados. Pais matam filhos, filhos matam pais. Pessoas que matam os pais e os filhos. Essa semana, uma jovem da proximidade tentou matar suas duas filhas e a sua mãe, as pessoas que, acredito eu, mais a amavam, e que ela deveria amar mais.
          A Palavra de Deus nos diz que no fim dos tempos os homens serão amantes de si mesmos, e o amor de muitos esfriará (2 Timóteo 3.2, e Mateus 24.12). É exatamente o que vivemos. Infelizmente, muitas pessoas ignoram que esses são sinais da vinda de Cristo. E, apesar de tais sinais estarem cada vez mais evidentes e de serem chocantes, existe, sim, esperança.
“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-o pela renovação do vosso entendimento, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Romanos 12.2

          Como ter esperança em meio a tantas notícias tristes? Se todos esses acontecimentos são sinais da vinda de Cristo, e estão na Bíblia, como não nos conformar? O que fazer?
          Acredito que a resposta para todas essas perguntas pode ser respondida se soubermos o sentindo de nossas vidas. O que dá sentido à sua vida?
          O que dá sentido à vida é a morte.

“É melhor ir a uma casa onde há luto do que a uma casa em festa, pois a morte é o destino de todos; os vivos devem levar isso a sério!”
          A morte é o destino de todos, e é do que todos fogem. Mesmo quem diga que não se importa com a vida. A verdade é que viver é muito bom, mas tem quem perceba isso só quando a vida está perto de acabar. Todos (ou a grande maioria das pessoas) têm sonhos, planos, como casar ou viver solteiro para sempre; comprar um apartamento ou uma bicicleta; conhecer seu artista favorito ou ficar famoso; ser aprovado na escola com nota máxima ou passar na média. Pequenos ou grandes: os sonhos fazem parte de nossas vidas. E quando nos esforçamos para realizá-los ou mantê-los nos sentimos vivos. O problema é que não sabemos o tempo que temos para realizar ou desfrutar um sonho qualquer. E qual o sentido nisso? Aproveitar ao máximo cada momento que temos valorizando o que realmente importa! Há sonhos que levarão tempo para serem alcançados, como entrar na faculdade, ou viajar para outra país, ou ver os netos crescerem. E é possível que o tempo acabe antes de eles se tornarem reais. Mas há sonhos que podem ser disfrutados hoje: ter o carinho da família, apreciar o dia que o Senhor fez, a saúde, o bem-estar físico e emocional. Não é piegas, é a realidade. É o que deixa saudade quando alguém morre, é que faz falta quando estamos doentes, é exatamente o que todo ser humano precisa para viver bem. Não devemos andar preocupados achando que é nosso último dia na terra, mas é importante valorizarmos cada dia que temos com as pessoas que nós amamos. Afinal, não sabemos do dia de amanhã.
          O mundo de hoje é muito corrido. Não dá tempo para nada. Aceitar que não temos tempo para nada é estar conformado com o mundo! E o tempo para nada é relativo, porque para trabalhar sempre há tempo. E usar o celular também. Se entendermos que antes do trabalho está o amor, a família, e colocarmos isso em prática, estaremos fazendo a diferença. Começamos uma transformação, com pessoas melhores, que se importam com o próximo, que vivem bem suas vidas, não com medo da morte, mas com a certeza de aproveitar bem a vida.
          O que dá sentido à vida é a morte – há uma morte específica que garante vida para todos nós: a de Jesus Cristo. Sim, há quem não acredite na loucura de um homem ter morrido sendo inocente para salvar tantos pecadores. Foi, porém, justamente o que Jesus fez. E a morte dele foi necessária para que todos os homens do mundo tivessem hoje a chance de estarem vivos. Nossa vida não depende do que fazemos, de quanto dinheiro temos, do que somos. Depende tão somente de Jesus. “Ah, mas eu tenho uma vida miserável, então foi Jesus quem me deu essa vida!” Não! Escolha apreciar o que realmente importa e você verá como sua vida é boa! Nós damos valor ao que menos tem valor. Chamamos de belo o que é feio. Criamos conceitos para separar os homens. Jesus valoriza e ama a todos igualmente, e esse É O MAIOR SENTIDO DA VIDA. Mas a morte de Jesus não trouxe apenas vida, trouxe a vida eterna quando ele ressuscitou. Antes, a morte era o fim. Agora, existe a esperança de viver com ele para sempre.
          Tantas tragédias, tantas coisas ruins acontecendo pelo mundo todo ratificam o que nos diz as Escrituras Sagradas: o fim dos tempos se aproxima. Jesus está voltando! Inclusive por essa razão não podemos nos conformar com o mundo em que vivemos. Não podemos nos conformar com tantos policiais sendo mortos no Rio de Janeiro, não podemos nos conformar com tanta criminalidade, injustiça, corrupção, com tantas pessoas que ainda não conhecem a Cristo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário